segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Paris Fashion Week - Automne Hiver 2011-2012

A Paris Fashion Week Automne-Hiver 2011-2012 já começa amanhã !

Sneak preview das pré-coleções...

Chanel
Givenchy

Lanvin
Louis Vuitton


Moda retrô ou impressão minha ?!


Programação dos desfiles :

Durante a semana, 89 desfiles serão realizados no Palais de Tokyo e na Place de la Concorde.


Terça-feira, 1o. de março de 2011

12h : Harry Halim / Salon des Miroirs

13h : Moon Young Hee / Galerie Anne de Villepoix, 43 rue de Montmorency, Paris 3e

14h : Amaya Arzuaga / Espace Commines, 17 rue Commines, Paris 3e

15h : Aganovitch / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

16h : Anthony Vaccarello / Cent8, 108 rue Vieille du Temple, Paris 3e

17h : Corrado de Biase / Théâtre du Châtelet, 1 place du Châtelet, Paris 1er

18h : Hakaan / Hôtel Ritz, 15 place Vendôme, Paris 1er

19h : Nicolas Andreas Taralis/ Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

20h : Josephus Thimister / Grand Palais, galerie Sud-Est, avenue Winston Churchill, Paris 8e


Quarta-feira, 2 de março de 2011

10h : Dévastée / L’Académie, 14 rue Royale, Paris 8e

11h : Damir Doma / Grand Palais, galerie Sud-Est, avenue Winston Churchill, Paris 8e

12h : Guy Laroche / Pavillon Concorde, place de la Concorde, Paris 8e

13h : Anne Valérie Hash / 6 boulevard de Bonne Nouvelle, Paris 10e

14h : Limi Feu / 155 rue Saint-Martin, Paris 3e

15h : Dries Van Noten / Segundo convite

16h : Felipe Oliveira Baptista / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

17h : Rochas / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

18h : Gareth Pugh / Les Beaux-Arts de Paris, salle Melpomène, 13 quai Malaquais, Paris 6e

19h : Peachoo Krejberg / Parking Turenne, 66 rue de Turenne, Paris 3e

20h : Rue du Mail / 5 rue du Mail, Paris 2e


Quinta-feira, 3  de março de 2011

10h : Balenciaga / Voir invitation

11h : Zac Posen / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

12h : Manish Arora / Parking Turenne, 66 rue de Turenne, Paris 3e

13h : Ann Demeulemeester / Couvent des Cordeliers, 15 rue de l’École de Médecine, Paris 6e

14h : Sharon Wauchob / Les Beaux-Arts de Paris, salle Melpomène, 13 quai Malaquais, Paris 6e

15h : Balmain / Grand Hôtel, 2 rue Scribe, Paris 9e

16h : Barbara Bui / Pavillon Concorde, place de la Concorde, Paris 8e

17h : Rick Owens / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

18h : Lutz / Grand Palais, galerie Sud-Est, avenue Winston Churchill, Paris 8e

19h : AF Vandervost / Les Beaux-Arts de Paris, salle Melpomène, 13 quai Malaquais, Paris 6e

20h : Nina Ricci / Voir invitation

21h : Bless / 4bis passage Landrieu, Paris 7e


Sexta-feira, 4 de março de 2011

10h : Roland Mouret / Grand Hôtel, 2 rue Scribe, Paris 9e

11h : Issey Miyake / Pavillon Concorde, place de la Concorde, Paris 8e

12h : Gaspard Yurkievich / Christie’s, 9 avenue Matignon, Paris 8e

13h : Bernard Willhelm / Grand Palais, galerie Sud-Est, avenue Winston Churchill, Paris 8e

14h30 : Christian Dior / Musée Rodin, 79 rue de Varenne, Paris 7e

15h30 : Isabel Marant / Couvent des Cordeliers, 15 rue de l’École de Médecine, Paris 6e

16h30 : Maison Martin Margiela / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

17h30 : Lanvin / Espace éphémère Tuileries, jardin des Tuileries, Paris 1er

18h30 : Vivienne Westwood / Pavillon Concorde, place de la Concorde, Paris 8e

19h30 : Pedro Lourenco / École des Beaux-Arts de Paris, salle Melpomène, 13 quai Malaquais, Paris 6e

20h30 : Yohji Yamamoto / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e


Sabado, 5 de março de 2011

9h30 : Junya Watanabe / Segundo convite

10h30 : Haider Ackermann / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

11h30 : Tsumori Chisato / Hôtel Westin, 3 rue de Castiglione, Paris 1er

12h30 : Martin Grant / Les Beaux-Arts de Paris, salle Melpomène, 13 quai Malaquais, Paris 6e

13h30 : Viktor&Rolf / Espace éphémère Tuileries, jardin des Tuileries, Paris 1er

14h30 : Cacharel / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

15h30 : Véronique Leroy / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

16h30 : Sonia Rykiel / Pavillon Concorde, place de la Concorde, Paris 8e

17h30 : Comme des Garçons / Segundo convite

19h : Jean Paul Gaultier / 325 rue Saint-Martin, Paris 3e

20h : Loewe / École de Médecine, 12 rue de l’École de Médecine, Paris 6e


Domingo, 6 de março de 2011

10h : Akris / Salle Wagram, 39-41 avenue de Wagram, Paris 17e

11h : Andrew GN / Les Beaux-Arts de Paris, salle Melpomène, 13 quai Malaquais, Paris 6e

12h : Alexis Mabille / Maison de la Chimie, 28 rue Saint-Dominique, Paris 7e

13h : Céline / Segundo convite

14h : Costume National / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

15h : Steffie Christiaens / Hôtel de la Monnaie, 11 quai de Conti, Paris 6e

16h : Hermès / Segundo convite

17h : John Galliano / Segundo convite

18h : Kenzo / Lycée Carnot, 145 boulevard Malesherbes, Paris 17e

19h : Estrella Arch / Institut Cervantes, 7 rue Quentin Bauchart, Paris 8e

20h : Givenchy / Segundo convite


Lundi 7 mars 2011

10h : Stella McCartney / Voir invitation

11h : Emanuel Ungaro / Voir invitation

12h : Léonard / Pavillon Concorde, place de la Concorde, Paris 8e

13h30 : Giambattista Valli / Couvent des Cordeliers, 15 rue de l’École de Médecine, Paris 6e

15h : Valentin Yudashkin / Palais de la Découverte, avenue Franklin Roosevelt, Paris 8e

16h : Chloé / Espace éphémère Tuileries, jardin des Tuileries, Paris 1er

17h : Commuun / Maison de la Chimie, 28 rue Saint-Dominique, Paris 7e

18h : Vanessa Bruno / Palais de Tokyo, 13 avenue du Président Wilson, Paris 16e

19h30 : Yves Saint Laurent / Voir invitation


Mardi 8 mars 2011

10h30 : Chanel / Grand Palais, galerie Sud-Est, avenue Winston Churchill, Paris 8e

11h30 : Colette Dinnigan / Hôtel Meurice, 228 rue de Rivoli, Paris 1er

12h30 : Jean-Charles de Castelbajac / Pavillon Concorde, place de la Concorde, Paris 8e

13h30 : Ingrid Vlasov / Hôtel Westin, 3 rue de Castiglione, Paris 1er

14h30 : Valentino / Espace éphémère Tuileries, jardin des Tuileries, Paris 1er

15h30 : Junko Shimada / Espace Pierre Cardin, 1-3 avenue Gabriel, Paris 8e

16h30 : Marithé & François Girbaud / en attente

17h30 : Shiatzy Chen / Les Beaux-Arts de Paris, salle Melpomène, 13 quai Malaquais, Paris 6e

18h30 : Julien David / Voir invitation

19h30 : Alexander McQueen / La Conciergerie, 1 quai de l’Horloge, Paris 1er


Mercredi 9 mars 2011

10h : Louis Vuitton / Voir invitation

11h30 : Talbot Runhof / Hôtel Westin, 3 rue de Castiglione, Paris 1er

12h30 : Arzu Kaprol / Hôtel Westin, 3 rue de Castiglione, Paris 1er

14h30 : Miu Miu / Voir invitation

15h30 : Agnès B / Hôtel Meurice, 228 rue de Rivoli, Paris 1er

16h30 : Elie Saab / Espace éphémère Tuileries, jardin des Tuileries, Paris 1er

17h30 : Rad Hourani / Door Studio Paris, 9/9 bis rue de Lesdiguières, Paris 4e

Fonte : Fédération Française de la Couture du Prêt-à-Porter des Couturiers et des Créateurs de Mode

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Château de Versailles e o homem mais influente no mundo da arte francesa

A Nanda tinha pedido pra insider-parisienne-versaillaise* escrever sobre Murakami e o Château de Versailles, mas eu enrolei tanto que a exposição terminou...

*Bom, o fato de eu ser atualmente insider no Château não muda muita coisa porque eu sou a maior fã dessas atrações do Château ! A única coisa de diferente é que eu posso entrar e sair quantas vezes eu quiser e quando eu quiser, com quem eu quiser. Quer dizer, se eu chegar lá com o Kadhafi, acho que não passa ! Rsrsrs. Mas trata-se de um estabelecimento tão grande e complexo que nem sempre eu fico sabendo das coisas antes delas serem publicadas nos grandes jornais. Poucas vezes fico sabendo antes de todo mundo, só quando escapa alguma fofoquinha na corte.
- Ah boooooooooon ?! C'est pas vraaaaaaai !
Como foi a famosa fofoca do Daniel Craig e a falsa gravação do James Bond, em agosto do ano passado. Quanta bobagem, na verdade era o Google Art Project. 



Daí aproveitei o gancho do Jean-Jacques Aillagon, atual presidente do Château, Musée et du Domaine National de Versailles ser eleito a pessoa mais influente no mundo da arte francesa pra fazer uma mini-retrospectiva de todos os artistas contemporâneos renomados que lá expuseram temporariamente, desde que Aillagon assumiu o seu reinado.


Foi em 2008,  que tiveram início essas intervenções de artistas contemporâneos em pleno Château de Louis XIV. Pra justificar esse tipo de exposição, Aillagon faz múltiplas referências aos grandes artistas da época convidados por Louis XIV, à participarem da construção do que viria a ser a obra-prima da arquitetura barroca francesa. Nomes como Le Vau, Hardoin-Mansart, Le Brun, Le Nôtre, pra citar apenas alguns.


Todos esses artistas, que eram suficientemente renomados naquela época para receberem o reconhecimento do rei,  e faziam parte do que poderia se chamar de l'avant-garde do século XVII. 


O Château de Versailles de Aillagon deseja, assim como ocorreu ao longo de sua história, continuar a disponibilizar seus espaços para que os artistas contemporâneos do século XXI, possam igualmente usufruir e aí expôr suas obras.


Até hoje, ocorreram 3 intervenções desse tipo : Jeff Koons em 2008, Xavier Veilhan em 2009 e Takashi Murakami em 2010. A cada ano se alterna um artista francês e um estrangeiro. 
Retrospectiva :


Nascido em 1955 na Pennsylvannia, USA.
Château de Versailles : De 10 de setembro à 04 de janeiro de 2009. 
Foto publicada em Jeff Koons Versailles
Foto publicada em Jeff Koons Versailles
Foto publicada em Jeff Koons Versailles

Nascido em 1963, em Lyon, França.
Château de Versailles : De 13 de setembro à 13 de dezembro de 2009. 


Esse é de longe o meu preferido ! Foi o primeiro que eu tive oportunidade de ver ao vivo  e o único que eu pude sentir um diálogo verdadeiro entre as obras e o contexto. À começar pela carruagem "Le carrosse", logo de cara ao adentrar pelas grilles. Eu não poderia explicar melhor do que o próprio Veilhan e Le Bon, curador da exposição :












Foto : Camille Brêtas



Foto : Camille Brêtas

Foto : Camille Brêtas


Foto : Camille Brêtas


Foto : Camille Brêtas

Foto : Camille Brêtas

Foto : Camille Brêtas
Eu acho as esculturas do panthéon de arquitetos do Veilhan nos jardins particularmente bem-sucedida. Elas ficam bem em frente à fachada do Château onde também estão as esculturas em pierre-de-taille dos então considerados maiors arquitetos, na época de sua construção.

Aliás e à propósito, Frédéric Didier, Architecte en Chef des Monuments Historiques do Château de Versailles, também mandou esculpir a sua pessoa e colocou lá. Não é brincadeira !!!

Takashi Murakami

Nascido em 1962 , em Tokyo, Japão.
Château de Versailles : De 14 de setembro à 12 de dezembro de 2010. 

Quem acha que não conhece Murakami, conhece sim ó, rs :


Bolsas Louis Vuitton - Por Takashi Murakami




Por quê Murakami ?





Foto : Camille Brêtas

Foto : Camille Brêtas

Foto : Camille Brêtas

Arte contemporânea, Château de Versailles. Não há dúvidas quanto à importância de situar o Château na atualidade, de dar uma vida nova à esse monumento que atravessou os séculos, escapando da Revolução Francesa, até os dias de hoje. Acredito que essa fase realmente entrará para a evolução de sua história.


Ainda há o crédito de trazer uma obra contemporânea para ser exposta ao público francês. No caso de Murakami, ele nunca havia sido exposto por nenhum orgão público francês. 

Não se trata exclusivamente de uma interpretação do espaço, de uma releitura, não há necessariamente nenhuma adequação com o Château. Nem sempre as obras são especialmente concebidas para serem expostas no Château, e muito menos para a sala que a acolhe. Frequentemente, as obras expostas são obras já consagradas desses artistas, que já faziam parte de seu repertório.


É importante ter o espírito aberto para entender todos esses princípios antes de ir às exposições. Trata-se apenas de apreciar a arte contemporânea num contexto diferente das galerias de arte tradicionais, onde as obras parecem "sujar" suas paredes brancas e imaculadas.


Aqueles que, como eu num primeiro instante, esperam ver uma contraposição entre o passado e o presente específicos do Château de Versailles, correm o risco de ficar desapontados.




Mais informações :
Jeff Koons
Xavier Veilhan
Takashi Murakami

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Women are heroes, JR

Li essa entrevista com o JR publicada na magazine ANOUS Paris #506 que falava um pouco do filme-documentário "Women are Heroes", que saiu nos cinemas da França em janeiro. Fiquei morrendo de vontade de me aprofundar no assunto e deu no que deu. 


Se você é um dos privilegiados que pôde assisti-lo no Festival do Rio 2010, que sorte e bravo ! Pode deixar a sua opinião e volte no próximo post !


Se não, e se você é mais um orfão do Ano da França do Brasil, lá vai ! (Deixe a sua opinião também!)



Trailer Bresil - Women Are Heroes
envoyé par womenareheroes. - Regardez plus de films, séries et bandes annonces.



. Quem não se lembra, em junho de 2008, daquele terrível evento no Morro da Providência, onde o pseudo-exército brasileiro, ocupante da favela, entregou os jovens Wellington Gonzaga Costa, de 19 anos, Marcos Paulo da Silva, de 17, e David Wilson Florêncio da Silva, de 24, aos traficantes do Morro da Mineira, para serem brutalmente assassinados por essa facção rival (e jogados no mesmo Aterro sanitário de Gramacho de Vik Muniz) ? 


Pois bem, em agosto daquele mesmo ano, quem passava pela Perimetral não ficava indiferente à presença dos olhares daquelas mulheres do Morro da Providência, mães, combatentes, revoltadas, pesando sobre todos nós. Dois meses depois do ocorrido, lá estava JR, tentando trazer de volta um pouco de esperança, auto-estima e dar voz aos moradores da Providência. 


Mas JR vai muito além do Rio de Janeiro. Ele esteve também Sierra Leoa...

TRAILER " WOMEN ARE HEROES"
envoyé par JR. - Films courts et animations.







 Libéria...

http://www.jr-art.net/

http://www.jr-art.net/

Kenya...

Trailer Kenya - Women Are Heroes
envoyé par womenareheroes. - Regardez plus de films, séries et bandes annonces.



India...
http://www.jr-art.net/

http://www.jr-art.net/

http://www.jr-art.net/


E no Cambodia...
http://www.jr-art.net/
http://www.jr-art.net/

A obra do jovem artista francês nesta série de exposições que percorreu o mundo, revela em grandes formatos, olhares de mulheres. Mas não são fotografias aleatórias nem mulheres comuns. Cada uma das protagonistas corresponde à um encontro, uma história. São mulheres que sobrevivem num cotidiano difícil, que lidam com a violência, com perda frequentes e que mesmo assim são capazes de sorrir. 




JR, Olhos nos olhos


Texto : Fabien Menguy

Tradução e adaptação : Camille Brêtas



"Street artist" e fotógrafo de talento, JR deve sua notoriedade à idéia que ele teve de expôr seus clichés em grande formato no coração das cidades. Ao mostrar o trabalho efetuado ao redor do mundo no seu documentário "Women Are Heroes", e rcolhendo testemunhos de mulheres modelos e "models", JR nos dá o que ver e o que ouvir.




De onde veio a vontade de fazer esse filme ?
A idéia, a vontade, vem de mostrar o que há por trás destas imagens. Que história ? O que ela conta ? Eu queria ir mais longe do que essas fotos que foram vistas por aí e dar a palavra àquelas pessoas que tinham alguma coisa pra dizer.


Por que a escolha de colocar mulheres no coração deste projeto ?
A idéia não nasceu de um profundo pensamento feminista e radical, mas da idéia do confronto entre a imagem dessas mulheres com relação aos homens, sobretudo em lugares onde são os homens em geral que controlam essas ruas. As críticas e percepção da mulher por esses homens são ótimos reveladores do estado de um país.


Qual é a próxima etapa do projeto ? "Men Are Not Heroes" ? (Que pergunda idiota!!!)
Não, mas eu continuarei minha pesquisa sobre a arquitetura e as pessoas. Falando nisso, acabo de chegar da China, onde eu testei os limites da colagem no coração do país e eu testarei ainda em outros mil lugares. Que sejam cidades "simples" como na Suiça, ou mais "complicadas"como na Libéria. Não há ruas que não devam acolher estas intervenções.


Quais são as dificuldades quando se expõe na China ?
Evidentemente, é mais complicado do que em outros países. Mas nós provamos que é possível colar (os cartazes das fotos), passando pela tangente da censura. Lá, as pessoas estão tão acostumadas a não poder se expressar, que elas não esperam que os estrangeiros o façam. Nós achávamos que seríamos presos desde a primeira colagem, mas as autoridades estavam tão perplexas que nós acabamos escapando da rede.


Você já teve problemas com a justiça ?
Sim, eu já tive algumas multas e expulões mais ou menos em tudo que é lugar do mundo. O que comprova que se por um lado, pode-se ser aclamado em tantos lugares, ser convidado para cobrir a Tate Modern ou os maiores museus do mundo, por outro, pode-se ser preso pelas mesmas razões, tudo depende da lei em vigor de cada país.


O que mais o marcou neste périplo ?
Eu pude perceber que cada pessoa interpreta a obra em função do que viveu e de sua própria história. E isto é realmente muito forte. Aqui (na França), quando eu colo as pessoas se perguntam quem pagou, quem vai limpar, quanto tempo vai durar... Enquanto nos países onde nós filmamos "Women Are Heroes", as pessoas queriam acima de tudo entender qual era o sentido da obra.


Por quê ? Nós somos muito indiferentes aqui ?
Sim, pensa-se imediatamente às considerações materiais. Lá, talvez seja tão novo e improvável que as pessoas pedem uma resposta.


Você pensa que a arte pode mudar o mundo ?
Eu não teria a pretensão de dizer isso, mas (se puder) mudar o olhar sobre o mundo, já é mudar um pouco o mundo.


Colar retratos gigantes nos muros das cidades não é uma estratégia de marketing pra ser notado ?
Não, mesmo se o objetivo de um artista é compartilhar o seu trabalho. Normalmente, a única maneira de fazê-lo é expondo em uma galeria. Mas quando você tem a rua, você não precisa mais de uma galeria, você pula uma etapa. E você se dá conta que você atinge ainda mais pessoas que em um museu. Então não se trata de uma estratégia de marketing, vai muito além disso. A rua, a cidade, é o mais belo lugar para se expressar porque você está em confronto direto com as pessoas. Se alguém não gosta da obra, ela pode imediatamente rabiscar alguma coisa por cima.


O que você pensa, quando dizem que você é o "Cartier-Bresson du século XXI" ?
Cartier-Bresson não inventou a fotografia, mas reinventou o cotidiano através da fotografia nos fazendo redescobrir o mundo ao nosso redor. Da mesma maneira, eu não inventei os cartazes ou a fotografia, mas eu inventei esse sistema de compartilhar e mudar o olhar que temos sobre as coisas. Então é uma comparação que me toca.


Você se considera como um fotógrafo ?
Não, eu não me vejo como fotógrafo, nem como "artivista" nem como "fotógrafeur", mas simplesmente como um artista. Na verdade, eu passo a maior parte do tempo colando. Talvez, "colador de cartazes" seria mais adequado para me definir. Eu também passo muito tempo conversando com as pessoas, observando as reações em campo, quase como um antropólogo.


Você encontrou a sua primeira máquina fotográfica no metro. O que você teria feito sem isso ?
São os mistérios da existência : e não saberei jamais e talvez seja melhor assim. Se eu tivesse encontrado um club de golf, eu teria a possibilidade de ir jogar uma partida ou sair quebrando carros. No final das contas, foi uma sorte ter encontrado essa máquina. Isso sem dúvidas canalisou melhor minhas energias que um club de golf !!!


Tinha um filme no aparelho ?
Sim, eram fotos de família.


Você poderia colá-los na rua para o que o turista que o perdeu as reconheça ?
É verdade. Eu não sei mais o que eu fiz do filme, mas é uma boa idéia e você será créditado.


Pra terminar, de onde vem o seu nome ?
São as minhas iniciais.


Não tem nenhuma relação com o héroi de Dallas ?
Não mesmo, nem é da minha geração.







Sociable

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  © Blogger templates Brooklyn by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP